O Lado obscuro de Alice no país das maravilhas

Hoy Amores

Pelo visto vocês gostaram do post anterior do desenho Phineas e Ferb, não é ? para quem não viu está aqui, por isso que eu resolvi trazer mais uma historia do tipo, ontem de ontem quando eu estava fazendo a divulgação desse post em um grupo, uma menina comentou dizendo sobre uma suposta historia  do desenho  Alice no país das Maravilhas, eu achei bem curioso e resolvi pesquisar.. e deu nisso neeh, muito tensa ela ç-ç  se vocês tem medo dessas historias ou sofre de infarto o-o eu não recomendo muito nau.qq Há, e antes de  contar a história para vocês ja vou logo avisando, esse post é do blog My Litle por isso se vocês reblogarem deem os créditos, não a mim, mais sim ao My Little.


Prontinho, créditos dados.. agora sem mais delongas eu vou contar para vocês o lado sombrio desse desenho ''inocente''.


A história de Alice é, na realidade, triste. Lembrem-se que os grandes contos de fadas são de outra época, a realidade era diferente e os valores extremamente conservadores. Então, ter uma filha esquizofrênica era considerado uma aberração, um crime. Os pais de Alice decidiram deixa-la em um sanatório, e ela permanecia, na maior parte do tempo, dopada. Quando não estava sob efeito de remédios, era violentada pelos funcionários. A menina tinha apenas 11 anos. 


Cada um dos personagens e objetos da história, tem a ver com um desejo ou experiência de Alice. 
 
O buraco pelo qual ela entra no País das Maravilhas, é, na verdade, uma janela de seu quarto, onde ficou presa durante toda a vida, pela qual ela desejava sair e conhecer o mundo à sua volta. 
 
O coelho branco, para ela, representava o tempo. Aquele tempo que ela desejava que passasse logo, para que um dia ela pudesse sair daquele lugar. 
O tempo que ela via passar tão rápido, porém tão lento... O Chapeleiro Maluco, era outro interno, seu melhor amigo. Alguém que deixava sua vida no hospital menos amargurada, com quem criava várias teorias de como seria a vida lá fora.

O rapaz, em realidade, sofria de Síndrome Bipolar, por isso a personalidade do Chapeleiro na história, o mostrava ora alegre, ora depressivo, ora calmo, ora irritado. A Lebre, companheira do Chapeleiro, era a menina que dividia o quarto com ele. Ela sofria de depressão profunda, e todas as vezes que Alice teve contato com ela, encontrou-a num estado de terror e paranoia.

O gato de Cheshire: um dos enfermeiros, em quem Alice confiou, mas acabou por enganá-la e violenta-la. O sorriso do gato, aquele que é tão marcado, era na verdade o sorriso obscuro que seu agressor abria, cada vez que lhe abusava, e a deixava jogada em um canto de sua acomodação, derrotada, triste e ofuscada.



A Rainha de Copas: a diretora do sanatório. Uma mulher má e desprezível, que não sentia sequer um pingo de compaixão para com os enfermos que estavam sob seus cuidados. Era a favor da terapia de choque e da lobotomia, e por diversas vezes ordenava que os funcionários espancassem, sedassem e prendessem em jaulas os enfermos que apresentavam comportamento que não lhe agradavam.

A Rainha Branca: sua mãe, uma mulher nobre e terna, que sofreu na pele o preconceito de ter uma filha doente, tendo que abandonar a menina em um sanatório, e nunca mais voltar a vê-la. As vagas lembranças que Alice possuía, era de momentos com sua mãe, e o motivo dela pensar que o mundo fora dos muros do hospital era um lugar melhor, era saber que a mãe estava lá, em algum lugar, para lhe cuidar.

Os Naipes (cartas de baralho): enfermeiros do hospital, apenas seguindo ordens o dia inteiro.

A Lagarta Azul: sua terapeuta, aquela que lhe dava as respostas, que lhe explicava o que acontecia e com quem ela conversava.





Tweedledum e Tweedledee: gêmeos siameses órfãos, que também estavam no hospital. Embora não possuíssem nenhum problema mental que justificasse sua internação, a aparência que tinham era assustadora, por isso foram reclusos.

O Rei de Copas: o médico psiquiatra do hospital. Alguém com complexo de inferioridade, que era incapaz de se opor às ordens da diretora.

Os frascos “Coma-me” e “Beba-me”: as drogas que lhe davam. Por serem extremamente fortes, por várias vezes Alice tinha sensações diferentes e alucinações, bem como se tivesse encolhido ou aumentado de tamanho.




 Tudo isso foi criado pela menina como se fosse um mundo paralelo. Uma realidade menos dolorosa daquela em que vivia. Ela já não podia suportar aquele local e tudo o que acontecia com ela ali dentro, então resolveu usar de sua imaginação infantil para amenizar a dor e o sofrimento.

A irmã mais velha de Alice, é na verdade uma enfermeira do hospital, a quem a pequena era muito apegada. A enfermeira tinha um diário e nele anotava todas as histórias que Alice criava em sua mente. Todos os dias a enfermeira ia até o quarto da menina e ouvia seus desabafos e as aventuras que criava em sua mente. Sem deixar de anotar uma palavra sequer.

Infelizmente, Alice executa uma tentativa de fuga. Ela não obtém sucesso, e acaba detida pelos funcionários. A diretora furiosa, manda que espanquem a garota e apliquem a terapia de eletrochoque, para que nunca mais volte a se repetir. Após o castigo, Alice torna-se agressiva e violenta, ao ponto da diretora decidir que a única saída para ela, seria a lobotomia.

Alice viveu por muito tempo em um estado de “coma”. Ela nunca mais viveu, sorriu, tampouco falou. Devido a isso, teve seu corpo devastadoramente abusado, tanto, que acabou por ter hemorragia interna devido à violência empregada em um ato de estupro, e veio a falecer.

A enfermeira que escrevia suas histórias em um diário acabou por se afastar do sanatório, e Alice foi imortalizada como a menina sonhadora que viveu aventuras incríveis no País das Maravilhas.

Então meus nekos, o que vocês acharam da história ? Comente Abaixo ! Eu sinceramente nunca mais irei ver a Alice com os mesmo olhos (ÒωÓ)

32 comentários:

  1. uuuuu achei muito sinistro essa historia, mais feio e arrepiante que a primeira.
    Se foi verdade eres muito cruel o que aconteceste a esta pobre garota =(

    beijinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, essa lenda ai é bem mais tensa ://
      Dá do dmais da menina vey :c
      espero que não seja verdade..
      Obrigada por comentar :]
      kisses'.

      Excluir
  2. Ja li essa Estória de alice in wonderland, é bem macabra mesmo! Mas tudo indica que seja falsa.
    Afinal, o escritor da história original é Lewis Carroll (que não é menina, por sinal XD) mas o verdadeiro "lado obscuro" da história, seria sobre o autor. Lewis Carrol era pedófilo, e na verdade era apaixonado por Alice Liddel (na qual baseou o livro).

    Mas, diferente é claro de hoje em dia: Antigamente pedofilia não era crime - tanto que meninas de 12 anos se casavam com homens de 60 por exemplo. - Mas havia muito mais limites do que hoje em dia, eles não simplesmente saiam estuprando as crianças como hoje vemos pelas ruas.

    Lewis era mesmo apaixonado por Alice mas não há registros de ele nunca ter lhe feito mal.

    (Curiosidade: Lewis costumada tirar fotos de crianças semi-nuas com a permissão de suas mães (que mãe daria permissão pra isso?) e pediu que após a sua morte fossem destruídas ou devolvidas às crianças ou a seus pais por temor que estas imagens desnudas criassem embaraços para as meninas mais tarde)

    Beijos, querida ~
    http://kitsune-san.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba.. eu estou chocada, sem comentários, a historia do escritor é tanto chocante quanto a própria historia de Alice, depois do que você me falou sobre ele, eu não duvido nada.
      Muito obrigada por comentar e por me contar mais sobre Lewis Carroll.
      Kissus ;**

      Excluir
    2. Mas a história da Alice Liddel postada é falsa, tanto que Alice vivia em liberdade, e era amiga de Lewis. ;)
      Eu a vi a alguns meses postada em um página do facebook, na hora cheguei a acreditar e fui até procurar, mas desde essa semana entrei numa psicose de pesquisar por alice que acabei encontrando isso. XD

      Kissus, querida ~

      Excluir
    3. é flor, acho que ngm pode falar se ela é verdadeira ou não.. até porque ngm tem como provar que ela era mesmo amg dele, ou tem e eu nau tô sabendo ? o..o KKKKK mais se te ver você me conta ai, viu ?
      Beijinhos.

      Excluir
    4. Bom, tem registros de que eles foram mesmo amigos e fotos da Alice Liddel =P

      Apesar de que a história do manicômio é mais macabra - de pra mim mais legal haha.- tem informações até na wikipedia (okay, sei que qualquer um pode editar a wikipédia, mas tem outros sites XD).

      Bom, amora ~agora é com você ~

      Feliz Dia das Crianças!!!!! Beijos!

      Excluir
  3. Já ouvi falar parte obscura da Alice em país das maravilhas.
    Não cheguei a conhecer tantas detalhes assim, mas foi interessante de saber outra parte da historinha da criança (?), mas é muito cruel. Fiquei um pouco triste da vida dela, realmente é uma pobre garota.
    Já que entrou em mês de outubro, foi um bom aproveito para contar história terror para halloween. =P

    Kiss
    http://tsuki-no-shita.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito curiosa essa historia, é realmente muito triste vei, é de dar muita pena da garota, se for msm verdade eu lamento muito por ela, mais quanto ao halloween ahsuhausau eu não tinha olhado por esse lado. rçrç :33
      obrigada por comentar e beijinhos.

      Excluir
  4. sinistra,muito sinistra. se for verdade mesmo,dá muita dó,mas ela foi bem criativa como uma criança tão sofrida. até me emocionei aki :'(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tipoh, eu fico comparando a alice dos contos de fadas e a da historia traumatizante, eu simplesmente fico chocada cara, sempre ao ler essa historia, eu tbm me emociono profundamente, msm eu sabendo que talvez não seja verdade, eu consigo me emocionar :[

      Excluir
  5. Wow... Caramba, coisa maluca. Já tinha visto algumas coisas na net sobre esse lado obscuro mais não com tantos detalhes.
    Muito boa a postagem.
    Abraço
    Sendo um Otaku

    ResponderExcluir
  6. Eu li esse post em outro blog, mas eu vou ter que comeentar mesmo assim, porque eu amo Alice <3
    É realmente muito triste, mas é algo para refletir! Acho que no filme, não podemos perceber tanto, mas se lermos o livro, talvez dê para perceber... Eu ainda não li o livro, mas ok...
    Ainda amo o filme, haha...

    Beijinhos
    Studio Firminy Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu quero muito ler esse livro.
      ao ler ele, vou tirar minhas proprias conclusões e contar tudo direitinho para vocês sobre que acho, e realmente.. só pelo livro não da !

      Excluir
  7. Oie. Nossa! Bem chocante essa interpretação de cada personagem O.o Deu até medo de assistir alice ou ler alice. O que mais me deu medo foi o sorriso do gato! Lol, imagine isso a noite rs

    Segue? Eu já to seguindo \õ/

    Bju da Leka
    Um Cantinho Meu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Misericordia !
      Nekos são tão fofos :33
      mais esse gata da medo msm O.o''

      Excluir
  8. Olá!! Gostaria de perguntar se a afiliação ainda está valida?? Eu peço desculpas pela demora, pois acabei esquecendo T^T Gomen... Bom irei coloca-la no meu, depois dê uma passadinha lá e me diga se sim ou não, Okay?? Amei o blog!! Super kawaii

    ~Kissus de molango~

    s2loves2animes.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta valida sim flor.
      isso não é nda, eu jaja irei colocar aquie.
      só não esquece de visitar o blog constante mente e deixar seu comentário.
      Farei o mesmo !
      Kissus :3

      Excluir
  9. Olá Julia! Passando pra avisar que já te colocamos na nossa elite de afiliados! ^-^

    Sobre a história da Alice, como já foi comentado acima, o escritor era Lewis Carrol. As informações mais "obscuras" são a respeito do autor. Ele era conhecido na época por gostar muito de crianças, e algumas pessoas desconfiavam que ele abusava das mesmas, mas nunca houveram provas que isso realmente acontecia.
    A respeito do livro, el gostava muito de Alice e suas irmãs, mas principalmente de Alice. Um dia eles estavam passeando de barco e Lewis inventou essa história para entreter as crianças. A pequena Alice gostou tanto da história que pediu para que Lewis escrevesse-a, e foi assim que surgiu o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim.
      veei, se vocês me falarem mais uma vz do livro, eu vou aqui na livraria mais proxima e o compro :33
      loouquissima para ler ç_ç mais acho que se isso tdo aconteceu realmente, é obvio que ele não iria contar no livro né gent @_@ ia era esconder esse absurdo, quanto no livro e quanto no filme.

      Excluir
  10. Nossa já ouvi falar mas não com tantos detalhes assim, mas como Izayoki disse a historia original é de Lewis Carroll então é difícil que seja de fato real. Eu sempre abominei o fato dele tirar foto de crianças semi nuas... mas infelizmente antigamente pedofilia não era errado mas estupro sim, mas apesar de abominável adoro a obra dele meu pai possui uma das primeiras tiragens do livro que agora é meu. Mas gostei muito da postagem não conhecia por este lado, para ver como a imaginação e pureza de uma criança é mesmo quando esta sofrendo. Apesar de triste achei emocionante.

    Bunny Crazy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anw, eu tbm me emociono toda vez que leio essa historia ://
      acho tão triste ouvir que a pedofilia não era crime :c
      fico muito feliz por voce comentar e mais ainda por ter gostado :D

      Excluir
  11. Ju desculpe a demora eu aceito sim afiliação estarei lhe colocando agora no blog.

    Bunny Crazy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta oky, mais eu nem me lembre de qual seja o seu blog, pode me mandar o link por favor ?

      Excluir
    2. Claro aqui esta.

      http://www.bunnycrazy.net/

      Excluir
  12. Uau q história triste, mas incrivel! escrever pra fugir da realidade, isso é fascinante, e sem contar q minha pernogem favorita de contos de fadas era a Alice e agr mais q nunca ela é minha preferida!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois ér, infelizmente é muito triste mesmo ://

      Excluir
  13. Incrivel!! sim é uma história triste, mas incrivel agr mais q nunca a Alice é minha personagem de contos q eu mais gosto!!

    ResponderExcluir
  14. Essa história é muito triste, mas me pergunto se ela foi real ou não.
    Talvez Carrol tenha inventado as duas faces da história ou ele tenha conhecido essa Alice e não Alice Lindell.
    Mas tudo aponta pra que ele tenha inventado mesmo, talvez o lado obscuro veio dos próprios pensamentos de Carrol.
    Mas o que me intriga era essa enfermeira que era amiga dela o que ela fez com o diário será que deu a alguém ou ela guardou só pra si.
    Bom é isso tenho muitas duvidas mas com certeza essa historia ainda é minha favorita principalmente Alice e o chapeleiro maluco.

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog, aqui você somente precisa respeitar. Respeitando todos os leitores você também será respeitado. Lembre-se tudo o que fizer você receberá de volta ^^
Retribuo comentários e seguidores se eu realmente gostar do blog.
Se quiser comentar "seguindo, segue de volta?" primeiro comente sobre a postagem.